NOUTRATEZ


20 anos recolhidos


chegou a hora de amar desesperadamente

apaixonadamente

descontroladamente

chegou a hora de mudar o estilo

de mudar o vestido

chegou atrasada como um trem atrasado

mas que chega



Chacal


Escrito por Caio Carmacho às 17h25
[   ] [ envie esta mensagem ]




TAMBORINS ENVENENADOS, TAMBORINS ENVENENADOS...



Aos assíduos frequentadores-oras
deste brógui,
deixo aqui os meus mais
sinceros votos caiçaras
dum Natal roquenrou e um
ano novo rural, plural
e fila da puta!

Tomara que vocês
já estejam muito locos!

E que venha 2007
e pule em nossos peitos!

Rá! Beijo enorme
seus putos!



Escrito por Caio Carmacho às 16h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




- em: compatibilidade de gênese


que seria do verdadeiro
artista
se não houvesse em seu
pedigree

sonetos feito
calotas polares

a se diluírem no mais veterano,
no mais caetano
uísque?

onde enfiaria
os compromissados comprimidos
antidepressivos

e suas autistas distrações
de vida?

em que parte das composições
tropicalistas
poderia se alumbrar um impassível
risco

de não se perder em meio
a tantas belezas naturais,
bethânias em desvarios?

* Hic!

whisky
at
wisnik-iqui-iquis...


Caio Carmacho

Escrito por Caio Carmacho às 11h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




Um louco, outro louco

(Ao louco da Getúlio Vargas)



Um louco,

Desses urbanos que trafegam suas desgraças e mazelas

Pelos bancos crus dos dias úteis

Jorra pela boca afora uma porra verbal para os ouvidos reticentes

Dos miseráveis menos desditosos

Que vasculham pela urgência do tempo

Afim dos tostões da sobre-vida



Enquanto o sol das treze horas

Queima os cérebros entrementes

E projeta a sombra franzina e raquética

Que incondicionalmente persegue todos estes

Como a morte inprevista e exata



Há algo lascivo e cristão

Na boca fétida deste trapo

Que emerge como bactéria

Progenizado na indiferença

E no orgasmo de quem padeceu de fome



Do outro lado da via

Surge outro homem de gravata enrugada

Que enforca-lhe o pescoço

Sobre uma veste cansada

Proclama em alta bravata

O paraíso de um deus banalizado e menos sóbrio

Que o câncer que lhe fode os órgãos

Miserável que espera pelo dia do apogeu

Um lindo dia de São Nunca



O louco vacila em acreditar

Na utopia lhe rasga os tímpanos

E finge encher a barriga

A esmo da alma que padece no esquecimento

Como fez com a puta que o pariu

Nessa pátria maadrasta e pouco gentil



E assim,

Os dois vivem mais uma tarde no inferno

Esperando o grande dia

Do não-eu e o não ser pra sempre.



Rogério Santos


Escrito por Caio Carmacho às 16h08
[   ] [ envie esta mensagem ]




5 Dias Para Morrer



morreremos loucos, Ana
os sapatos
novos
em cima da mala
— mala notte
o dia, a pior
foto: olhos úmidos
no vídeo
flashbacks:
a virilha imunda
do marinheiro
os eletrodos frios
nas têmporas
as pílulas coloridas
peixes
num aquário
cujo vidro
quase se quebra
toda vez
que o tocamos

sim, Ana
morreremos loucos
mas
esta noite
dormiremos
juntos


Ademir Assunção


Escrito por Caio Carmacho às 10h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Porção para dois


Amar
é substância estranha,
insuficiente quando não
boba,
desnorteada

porque
antes de tudo
é palavra avulsa,
solta no boçal
da boca louca

vai se metendo em tudo quanto
é brecha – clara e escura

por presságio,
quando damos conta do estrago,
já era

virou coração viajado

e uma romântica porçãozinha
de frango à passarinho


Caio Carmacho


Escrito por Caio Carmacho às 15h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




VVVVVVVVVV
VVVVVVVVVE
VVVVVVVVEL
VVVVVVVELO
VVVVVVELOC
VVVVVELOCI
VVVVELOCID
VVVELOCIDA
VVELOCIDAD
VELOCIDADE


Ronaldo Azeredo



Escrito por Caio Carmacho às 13h25
[   ] [ envie esta mensagem ]




Nocaute


exagerei no decote
sapequei-lhe
um verso de goethe
saí de fininho


Ledusha

Escrito por Caio Carmacho às 12h24
[   ] [ envie esta mensagem ]




Dentro de mim mora um anjo


Quem me vê assim cantando
não sabe nada de mim
dentro de mim mora um anjo
que tem a boca pintada
que tem as asas pintadas
que tem as unhas pintadas
que passa horas a fio
no espelho do toucador

dentro de mim mora um anjo
que me sufoca de amor

Dentro de mim mora um anjo
montado sobre um cavalo
que ele sangra de espora
ele é meu lado de dentro
eu sou seu lado de fora
Quem me vê assim cantando
não sabe nada de mim

Dentro de mim mora um anjo
que arrasta as suas medalhas
e que batuca pandeiro
que me prendeu nos seus laços
mas que é meu prisioneiro
acho que é colombina
acho que é bailarina
acho que é brasileiro


Cacaso

Escrito por Caio Carmacho às 17h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




PANETONE HIPPIE



envaideço
essa tendência suicida

esse natalino noise avesso

pego pílulas de todas as cores:
fatal arco-íris

pra sabotar em um momento

todo aquele mor amor que guardo
pelo mundo

agouro mudo

na paciência-bomba
de ser feliz

em meus platonismos
absurdos



Caio Carmacho


Escrito por Caio Carmacho às 11h11
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  01/05/2017 a 31/05/2017
  01/09/2015 a 30/09/2015
  01/01/2015 a 31/01/2015
  01/11/2014 a 30/11/2014
  01/10/2014 a 31/10/2014
  01/05/2014 a 31/05/2014
  01/03/2014 a 31/03/2014
  01/02/2014 a 28/02/2014
  01/01/2014 a 31/01/2014
  01/12/2013 a 31/12/2013
  01/10/2013 a 31/10/2013
  01/06/2013 a 30/06/2013
  01/04/2013 a 30/04/2013
  01/03/2013 a 31/03/2013
  01/01/2013 a 31/01/2013
  01/12/2012 a 31/12/2012
  01/11/2012 a 30/11/2012
  01/10/2012 a 31/10/2012
  01/09/2012 a 30/09/2012
  01/08/2012 a 31/08/2012
  01/07/2012 a 31/07/2012
  01/06/2012 a 30/06/2012
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/04/2012 a 30/04/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/02/2012 a 29/02/2012
  01/01/2012 a 31/01/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/10/2011 a 31/10/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/08/2011 a 31/08/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/04/2011 a 30/04/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/02/2011 a 28/02/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/05/2009 a 31/05/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/12/2008 a 31/12/2008
  01/11/2008 a 30/11/2008
  01/10/2008 a 31/10/2008
  01/09/2008 a 30/09/2008
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/03/2008 a 31/03/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004


Outros sites
  picareta cultural
  cep 20.000
  lorena poema
  ana guadalupe
  americo borges
  diego grando
  mourinha
  antonio cicero
  teo petri
  vicente canato
  olímpio
  bagatela
  caró lago
  garganta da serpente
  ramon mello
  guada fanjul
  supercordas
  dimitri [br]
  fotolog macaco
  cronópios
  bruna beber
  tchello melo
  flávio de araújo
  marcelino freire
  marcelo montenegro
  telma scherer
  podcast caiowas
  flavio pucci
  dalton campos
  poesia - pinga
  mimmy
  leandro de paula
  chacal
  alice sant'anna
  val borges
  cabelo
  as escolhas afectivas
  nave vazia
  carulhina
  victoria visco
  lilian aquino
  rodolfo muanis
  vitor freire
  ismar tirelli neto
  angélica freitas
  lorena magalhães
  plástico bolha
  laise costa
  mariana botelho
  joana rizério
  poesia hoje
  felipe cataldo
  renata flávia
  rafael mantovani
  filipe couto
  foolana de tao
  câmara de ecos
  allan dias castro
  polaco
  bruno fritz
  gregorio duvivier
  ricardo silveira
  omar salomão
  leo gonçalves
  bruno brum
  ana guam
  joão freitas
  lucas viriato
  eduardo coelho
  ademir assunção
  geraldo carneiro
  blog plástico bolha
  carla mariel
  lu barboza
  c.
  roberto borati
  maria rezende
  joão paulo cuenca
  cecilia cavalieri
  antonio lacarne
  shala andirá
  mata piolho
  7 letras blog
  365 poemas a um real
  contato: caiocarmacho@gmail.com
Votação
  Dê uma nota para meu blog


Leia este blog no seu celular

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.