NOUTRATEZ


era uma vez... (ou 'o rolo compressor da história afetiva')

a mesma praça
o mesmo banco
já não existem mais

até as palmeiras imperiais
os carrinhos de pipoca
e os vendedores de balões
foram atropelados por escavadeiras
e leis de incentivo

viraram artefatos de museus
e antiquários

o elo entre gerações
aos poucos será esquecido

fotografia saudosa desbotada
no imaginário coletivo

 

caio carmacho



Escrito por Caio Carmacho às 16h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




estrondo

Gregorio Duvivier, Alice Sant'Anna, Paulo Henriques Britto e Chacal



Escrito por Caio Carmacho às 19h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




Poema da necessidade

É preciso casar João,
é preciso suportar Antônio,
é preciso odiar Melquíades
é preciso substituir nós todos.

É preciso salvar o país,
é preciso crer em Deus,
é preciso pagar as dívidas,
é preciso comprar um rádio,
é preciso esquecer fulana.

É preciso estudar volapuque,
é preciso estar sempre bêbado,
é preciso ler Baudelaire,
é preciso colher as flores
de que rezam velhos autores.

É preciso viver com os homens
é preciso não assassiná-los,
é preciso ter mãos pálidas
e anunciar O FIM DO MUNDO.


carlos drummond de andrade



Escrito por Caio Carmacho às 18h39
[   ] [ envie esta mensagem ]




iniciais bb

para bruna beber


a musa de sanja
usou as palavras como rampa
e deslizou com sua prancha
através de risos e sentidos distintos

a repetição de bês abreviava
um estilo uma marca d'água
sua bunda estatelada
na calçada da fama


caio carmacho



Escrito por Caio Carmacho às 15h09
[   ] [ envie esta mensagem ]




Não vá embora

Não vá embora
A gente apaga tudo
Tudo que passou
Pode se apagar
Apagar o tempo
O mal entendido
E o tempo perdido
E agora
Apagar as horas
Que matam
Numa salva de porquês
A felicidade
Não vá embora

Eu vou te dar
Uma chuva de pérolas
Vinda de países
Onde não há chuva
Vou cavar a terra
Até depois da morte
Para seu corpo cobrir
Com luz e com ouro
Vou criar um reino
Onde o amor será rei
Onde o amor será lei
E você a rainha
Não vá embora

Não vá embora
Eu vou criar para te dar
Palavras sem sentido
Que você compreenderá
E vou te contar
Daqueles amantes ali
Que duas vezes viram
Seus corações incendiar
E vou te contar
A história de um rei
Morto por não ter
Podido te encontrar
Não vá embora

Quantas vezes um vulcão já velho
De onde mais nada podia sair
Se reacendeu
Há também terras gastas
Que dão mais trigo
Do que na colheita
E quando a tarde cai
Para que o céu vire fogo
Vermelho e negro
Nunca se juntam

Não vá embora
Eu não vou mais chorar
Eu não vou mais falar
Vou ficar parado vendo
Você dançar ali
E sorrir
E vou te ouvir
Cantar e depois rir
Deixa que eu me torne
A sombra da sua sombra
A sombra da sua mão
A sombra do seu cão

jacques brel



Escrito por Caio Carmacho às 16h10
[   ] [ envie esta mensagem ]




solucionática

ser o anjo do demônio
na obrigação da felicidade
na redenção do sexo
na solução do sonho


andré dahmer



Escrito por Caio Carmacho às 19h33
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  01/05/2017 a 31/05/2017
  01/09/2015 a 30/09/2015
  01/01/2015 a 31/01/2015
  01/11/2014 a 30/11/2014
  01/10/2014 a 31/10/2014
  01/05/2014 a 31/05/2014
  01/03/2014 a 31/03/2014
  01/02/2014 a 28/02/2014
  01/01/2014 a 31/01/2014
  01/12/2013 a 31/12/2013
  01/10/2013 a 31/10/2013
  01/06/2013 a 30/06/2013
  01/04/2013 a 30/04/2013
  01/03/2013 a 31/03/2013
  01/01/2013 a 31/01/2013
  01/12/2012 a 31/12/2012
  01/11/2012 a 30/11/2012
  01/10/2012 a 31/10/2012
  01/09/2012 a 30/09/2012
  01/08/2012 a 31/08/2012
  01/07/2012 a 31/07/2012
  01/06/2012 a 30/06/2012
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/04/2012 a 30/04/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/02/2012 a 29/02/2012
  01/01/2012 a 31/01/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/10/2011 a 31/10/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/08/2011 a 31/08/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/04/2011 a 30/04/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/02/2011 a 28/02/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/02/2010 a 28/02/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/05/2009 a 31/05/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/12/2008 a 31/12/2008
  01/11/2008 a 30/11/2008
  01/10/2008 a 31/10/2008
  01/09/2008 a 30/09/2008
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/03/2008 a 31/03/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004


Outros sites
  picareta cultural
  cep 20.000
  lorena poema
  ana guadalupe
  americo borges
  diego grando
  mourinha
  antonio cicero
  teo petri
  vicente canato
  olímpio
  bagatela
  caró lago
  garganta da serpente
  ramon mello
  guada fanjul
  supercordas
  dimitri [br]
  fotolog macaco
  cronópios
  bruna beber
  tchello melo
  flávio de araújo
  marcelino freire
  marcelo montenegro
  telma scherer
  podcast caiowas
  flavio pucci
  dalton campos
  poesia - pinga
  mimmy
  leandro de paula
  chacal
  alice sant'anna
  val borges
  cabelo
  as escolhas afectivas
  nave vazia
  carulhina
  victoria visco
  lilian aquino
  rodolfo muanis
  vitor freire
  ismar tirelli neto
  angélica freitas
  lorena magalhães
  plástico bolha
  laise costa
  mariana botelho
  joana rizério
  poesia hoje
  felipe cataldo
  renata flávia
  rafael mantovani
  filipe couto
  foolana de tao
  câmara de ecos
  allan dias castro
  polaco
  bruno fritz
  gregorio duvivier
  ricardo silveira
  omar salomão
  leo gonçalves
  bruno brum
  ana guam
  joão freitas
  lucas viriato
  eduardo coelho
  ademir assunção
  geraldo carneiro
  blog plástico bolha
  carla mariel
  lu barboza
  c.
  roberto borati
  maria rezende
  joão paulo cuenca
  cecilia cavalieri
  antonio lacarne
  shala andirá
  mata piolho
  7 letras blog
  365 poemas a um real
  contato: caiocarmacho@gmail.com
Votação
  Dê uma nota para meu blog


Leia este blog no seu celular

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.